ESPORTES

STU OPEN RIO 18 – RIO DE JANEIRO

Dona de nove medalhas nos X Games (4 ouros, 2 pratas e 3 bronzes) e considerada o principal nome brasileiro do skate, Letícia Bufoni cumpriu as expectativas novamente e faturou o título do STU, o Circuito Brasileiro de skate, na modalidade street. No masculino, Kelvin Hoefler foi o melhor ao atingir 359.37 pontos. O paulista foi seguido pelo brasiliense Felipe Gustavo, mais conhecido como Buchecha, e pelo canadense Micky Papa.

”A competição foi irada, eu me machuquei na quinta-feira, pensei que nem ia competir, mas graças a Deus deu tudo certo e consegui entrar no time da seleção ano que vem de novo, então eu estou muito feliz. Acho que a minha terceira manobra foi uma das melhores, ganhei 90 ou 92, fui muito bem nessa – disse o vice, Felipe Gustavo, comemorando com Kelvin Hoefler.”

Pâmela Rosa, classificada em primeiro lugar na eliminatória de sábado, ficou com a prata no feminino . A pequena Rayssa Leal, de apenas 10 anos, que é sucesso na internet por seus vídeos em que anda de skate vestida de fada, completou o pódio. A menina, aliás, se emocionou com o terceiro lugar no pódio ao lado de suas referências e chorou.
”No STU, o mais importante para mim foi a vibe da galera. A pista está irada e é um legado que fica para a cidade. Com certeza, vamos ter novos atletas surgindo aqui – disse Letícia Bufoni.”

O título de campeã deve garantir a volta de Letícia para a seleção brasileira. Em junho, a Confederação anunciou a substituição da paulista pela carioca Vitória Mendonça. Na época, a saída foi atribuída a compromissos contratuais na Europa e Estados Unidos. Agora, Letícia está 100% focada nas competições nacionais. A CBSk ainda divulgará a lista oficialmente, mas o STU Open valeu pontuação dobrada para as skatistas no ranking nacional. Três atletas se garantem através de pontos na classificação, e uma é indicação da confederação. O mesmo ocorre no park, feminino e masculino, e no street masculino.

”Não é só o apoio da seleção brasileira, mas entrar no espírito olímpico, fora todos os benefícios, fisioterapeuta, médicos. Olimpíada para mim é um sonho, sempre assisti, poder competir é um sonho e estou trabalhando muito para isso. A gente ainda não fez uma programação, mas minha intenção é vir para todas as etapas – explicou.”

whatsapp-image-2018-11-18-at-16.55.31

BLOG: HARDLIFE

 

DESAFIO DE SURF FEMININO

Dia 16/01/2018 rolou o desafio de surf feminino posto 3 vs posto 4 na Barra da Tijuca, e a mulherada deu um verdadeiro show! O evento contou com a participação de 16 surfistas. O primeiro lugar ficou com Raquel Ruas.

O evento contou com o patrocínio e apoio da marca de roupas e acessórios HARDLIFE BRASIL

unnamedunnamed (1)unnamed (2)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close